quarta-feira, 16 de agosto de 2017

O GOVERNO MUNICIPAL DE TUTOIA TEM O DEVER DE CUMPRIIR A LEI, PAGANDO OS SERVIDORES PÚBLICOS NAS DATAS LEGALMENTE JÁ DEFINIDAS. AS PRÁTICAS ERRADAS DO GOVERNO ANTERIOR, REPRESENTM UM RETROCESSO INCEITÁVEL!!! GOVERNAR COM SERIEDADE, É ACIMA DE QUALQUER COISA, RESPEITAR A LEI!!! E SE O GOVERNO CUMPRIR A EXECUÇÃO DO ORÇAMENTO ANUAL COM RESPONSABILIDADE, E TIVER UM PLANEJAMENTO SÉRIO EM RELAÇÃO A APLICAÇÃO DAS RECEITAS REALIZADAS, NÃO FALTARÃO RECURSOS PARA O PAGAMENTO DOS SERVIDORES, QUE É PRIORIDADE MÁXIMA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA.

TUTÓIA: Após dois dias de Paralisação, Prefeitura e Sindicato dos Servidores entram em acordo


Entenda.

Primeira parte das discurssões: 

Os professores e outras categorias do funcionalismo público do município de Tutóia, atendendo uma convocatória do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais,  reuniram-se na manhã do dia 14/08/2017,  no ginásio poliesportivo para deliberar por paralisação, atraso de pagamentos e outros assuntos como a redução de carga horária.

Segundo o presidente Elivaldo Ramos, o governo do município está sem juízo administrativo. E, que, o Sindicato está se posicionando contra as mudanças radicais adotadas sem conversar com as categorias. O presidente recomendou que todos os funcionários, também, se posicionem contra. Ele disse ainda que, o caos já está instalado na educação, uma vez que, é provável, que  os salários continuem atrasados.  E que a administração deve explicações detalhadas de quais as razões que levaram ao caos atual.


Após a fala do Presidente, o advogado do sindicato, Carlos Alberto, fez alguns esclarecimentos de cunho jurídico. Destacou que os municípios que geriram bem os repasses, não atrasaram os salários dos servidores e, uma das possibilidades do que aconteceu em Tutóia podem ter sido contratações em excesso.

O vereador Paulo Rogério, defendeu a ideia de que todos os funcionários paralisassem os trabalhos, disse ainda que a educação do município está praticamente acabada e está faltando gestão.

Já o vereador Raimundo Sintraf, foi mais enfático em suas cobranças, disse que o prefeito vai ter que detalhar onde foram aplicados os repasses, os erros devem ser identificados e a administração deveria cortar na própria carne e não no servidor público. Uma vez que todo o secretariado está com seus salários em dias.   

Além do advogado, do presidente do sindicato e dos vereadores, fizeram uso da palavra alguns funcionários públicos de diversas categorias, todos expuseram suas indignações contra as medidas adotadas pela atual administração, como destacou uma funcionária quando disse que, a carga horária de dois turnos, vai impactar e muito na economia local do município, sendo que todos têm uma segunda renda complementar, em virtude de um trabalho extra.


O sindicato, após a reunião, publicou um edital convocando paralisação de dois dias.

Veja as fotos 












Segunda parte das discussões: 

Professores e funcionários públicos do município de Tutóia  foram às ruas na lutar por direitos e contra a falta de sensibilidade da administração em relação a carga horária dos servidores públicos.

Na manhã desta terça (15), os servidores se reuniram em frente à SEMED – Secretaria Municipal de Educação, e em seguida fizeram uma manifestação pelas principais ruas da cidade entoando o grito “povo na rua, prefeito a culpa é sua”, e logo após estiveram reunidos com a Secretária de Educação, Mariana Aquino e o Procurador do Município, Thiago Couto, na escola São Judas Tadeu.

Várias categorias de servidores fizeram questionamentos ao governo quanto à manutenção da carga horária de 6 horas, posicionamento sobre pagamento do restante do salário dos professores e adicionais a quem fazem jus os servidores.

Os questionamentos foram bastante incisivos, a discussão não avançou e ficou acertada uma reunião com vereadores e o prefeito Romildo hoje às 18 horas em seu gabinete.

A reunião será realizada entre o prefeito e uma comissão formada por funcionários públicos e vereadores.

Além das autoridades do poder executivo, compareceram à  reunião alguns parlamentares como, o vereador Paulo Rogério, Vereador Raimundo Sintraf, Vereador Nélio, Vereador Willian Silva, Vereadora Jamilza Baquil, Vereador Enilson  Santos, todos fizeram um discurso de apoio aos servidores.  
Presidente do SINSPUTSAMPAN:  Elivaldo Ramos














Secretária de Educação: Mariana Aquino





















Procurador Geral do Município: Thiago Couto







Vereador: Paulo Rogerio

Vereador: Nélio






Vereador: Enilson Santos

Vereador: Raimundo Sintraf 

Vereado: Willian

Vereadora: Jamilsa Baquil























Texto e Imagens: Ariston Caldas e Paulo Silva